Monthly Archives: Dezembro 2013

Pudim de côco cor de rosa (versão mupetas felpudas)

Image

Esta bomba calórica deliciosa é feita em minha casa unicamente uma vez por ano 🙂 no Natal 🙂 é tão deliciosa e doce que pode ser dulcíssima para a maior parte das pessoas portanto o ideal é adaptarem as quantidades 😉

Como cá em casa o rapaz não gosta de côco e o corante alimentar em questão (vermelho) tinha acabado, fiz a minha própria versão do pudim (receita antiquíssima da mãe :)). De qualquer modo deixo-vos a receita original.

Ingredientes:

– 2 latas de leite condensado

– 2 embalagens de natas

– 1 pacote de côco ralado

– 1 colher de sobremesa + 1 colher de café de açucar baunilhado

– 6 ovos

–  5 colheres de sopa de açucar

– corante alimentar vermelho

– ameixas secas

Preparação:

– Bater as natas com o leite,  juntar uma chávena de côco, juntar as gemas e a colher de sobremesa de açucar baunilhado e mexer bem;

– Untar uma travessa funda de vidro com manteiga, colocar o preparado e levar ao forno por 30 minutos (a ~170°C);

– Bater as claras em castelo com o açucar e a colher de café de açucar baunilhado e juntar um pouco de corante até obter uma tonalidade rosa;

– Juntar o merengue às colheradas por cima do preparado que retirámos do forno e virámos, voltar ao forno até ficar com um aspecto dourado;

– Retirar do forno e colocar o resto do côco misturado com um pouco mais de corante;

– Decorar com as ameixas secas.

Muka dourada*

Bolo Rei das mupetas

Image

Aprendi a fazer bolo rei com a minha mãe, era uma tarefa que tínhamos sempre na antevéspera do Natal, seguindo sempre os nossos preciosos livros da Vaqueiro. Com a casa já a cheirar a açucar e canela, fazer o bolo rei era o culminar do meu Natal J Hoje, tantos anos depois fui eu quem fiz os bolos para a minha família e até a minha mãe quis vir cá a casa dar uma mãozinha para cumprir o ritual J

Não sendo um bolo muito trabalhoso, requer algum tempo e disponibilidade 😉

(receita adaptada de  “Livro de bolos de bolinhos” ed. 1987 , I.C.M. Vaqueiro, pág. 68)

Ingredientes:

– 700g de farinha

– 1 pitada de sal

– 40g de fermento de padeiro

– 1dl de água tépida

– 150g de Vaqueiro à temp. ambiente

– 175g de açucar amarelo

– raspa da casca de 1 limão

– raspa da casca de 1 laranja

– 4 ovos

– 1dl de vinho do Porto

– 150g de frutas cristalizadas picadas (mais algumas inteiras para a decoração)

– 125g de frutas secas picadas (mais algumas para a decoração) – nozes, amêndoas, pinhões, figos secos, tâmaras, ameixas secas, alperces secos, etc

– geleia

Preparação:

– Peneire a farinha e reserve uma chávena. Adicione uma pitada de sal à restante farinha;

– Dissolva o fermento na água tépida e junte a chávena de farinha. Deixe levedar um local ameno durante ~15min;

– Bata a margarina com o açucar, até obter homogénea, junte as raspas dos citrinos e junto os ovos já previamente batidos, mexa muito bem e junte o vinho do Porto;

– Junte este preparado à massa de fermento e à farinha  e bater energicamente até obter uma massa elástica;

– Juntar as frutas cristalizadas e as secas e misturar bem;

– Moldar a massa em forma de uma bola, tapar muito bem e deixar levedar em local ameno durante 5 a 6 horas.

– Dar à massa o formato de uma corôa, decorar com frutos secos inteiros e frutas cristalizadas, colocar num tabuleiro e deixar repousar mais meia hora;

– Ligar o forno a 200°C;

– Colocar o bolo no forno, baixando a temperatura para ~170°C e deixar cozinhar durante ~35min.

– Depois de cozinhado pincelar com geleia para lhe conferir brilho 😉

Muka dourada*

Pinguça quentinha

Image

Com o frio que está o mais provável é andarmos gelados e com gargantas inflamadas. Ora, inspirada numa clássica pinguça chamada “remédio santo” resolvi fazer a minha própria versão 😉

Ingredientes:

– 1 chávena de café de rum

– 1 chávena de café de vinho do porto

– 1 colher de mel

– 1 casca de limão

– 1 pau de canela

– 1 estrela de anis

Preparação

Colocar todos os ingredientes numa pequena panela ou cafeteira, levar ao lume e deixar ferver durante 2 minutos. Beber acompanhado de uma bela mantinha e quiçá, duas gatas a aquecerem os pés 😉

Muka dourada*

Sopa de agrião à Lady Ruskita

Image

Cá em casa sopa é algo que tentamos que nunca falte até porque muitas vezes o tempo e o apetite escasseiam e uma sopa quentinha dá sempre uma sensação de reconforto, esta em especial ficou particularmente saborosa 😉

Ingredientes:

– 1 lata de feijão manteiga (reservar 1/3 do feijão para colocar inteiro no final)

– 4 cenouras

– 2 cebolas

– 3 batatas médias

– 2 dentes de alho

– ½ courgette

– ½ embalagem de agriões

– sal e azeite qb

Preparação:

– Numa panela colocar 2/3 da lata de feijão, as cenouras bem lavadas e cortadas (eu prefiro sempre deixar a pele da cenoura para preservar as vitaminas), juntar as cebolas cortadas, as batatas, os alhos e a courgette;

– Colocar água na panela em quantidade suficiente para cobrir os legumes (~ 3l);

– Temperar com sal e deixar cozinhar até os legumes se apresentarem cozidos;

– Triturar muito bem, adicionar os restantes feijões, rectificar a água (se necessário) e o sal e deixar levantar fervura;

– Adicionar os agriões e temperar com sal;

– Deixar ferver durante aproximadamente 2 minutos, desligar e deixar repousar durante 10 minutos e está pronta a aquecer as barrigas mais esfomeadas 😉

Muka dourada*

Empada Ruskitosa

Image

Aos domingos a preguiça é sempre a nota dominante, portanto o ideal é poder fazer algo saboroso, reconfortante e rápido de fazer 😉 Esta empada surgiu disso mesmo e da necessidade de arranjar utilidade para alguns ingredientes a necessitarem de ser utilizados.

Ingreditentes:

– 1 rolo de massa quebrada

– ¼ de chouriço de porco preto picado grosseiramente

– ½  cebola cortada em fatias finas

– 1 alho esmagado

– 1 pimento vermelho italiano

– 150g de cogumelos brancos (laminados)

– Um pouco de azeite

– Frango assado (1 coxa e um pouco de peito)

– 3 pedaços de leitão com pele

– sal e pimenta q.b

Preparação:

– Ligar o forno (no meu caso eléctrico não ventilado) a 190°C;

– Numa frigideira anti-aderente colocar um fio de azeite e colocar em lume brando;

– Adicionar o chouriço, saltear durante 1 a 2 minutos ou até a gordura começar a crepitar e adicionar a cebola, baixar um pouco a temperatura e tapar. Quando a cebola estiver translúcida juntar o dente de alho esmagado;

– Juntar o pimento e os cogumelos e aumentar um pouco a temperatura para que estes cozinhem e caramelizem;

– Juntar o frango e o leitão e deixar cozinhar mais um pouco e temperar com sal e pimenta se necessário;

– Entretanto numa forma redonda (no meu caso usei usei uma forma de mola com  diâmetro de 18cm) espalhar um pouco de manteiga e estender a massa quebrada (que deve ser retirada do frigorífico alguns minutos antes de ser trabalhada) ajustando levemente no fundo e nas paredes;

– Colocar o preparado anterior dentro da forma e juntar as pontas da massa de modo a fechar a empada, se preferirem uma finalização mais bonita podem pincelar com ovo para que fique mais dourada;

– Levar ao forno por cerca de 30 minutos ou até a empada apresentar uma bela tonalidade dourada.

Acompanhar com uma salada de agrião ou rúcula selvagem.

Muka dourada*

O início de uma aventura

Image

Há duas coisas que me apaixonam, felinos e cozinha e foi da conjunção dessas duas paixões que nasceu este blogue. Lady Ruskita é uma designação caseira e geral para as minhas gatas que adoram comida e estão sempre prontas para mais uma ruskita =)

Portanto, a partir de hoje vou partilhar convosco as minhas pequenas experiências culinárias.

Espero que gostem tanto quanto eu 😉

Muka dourada*