Monthly Archives: Agosto 2014

Tostas minosas

42O tempo está a começar a ficar mais fresquinho (Thank God!) mas a verdade é que ainda apetecem comidas mais leves e pequenos petiscos para ir depenicando. Aproveitando o facto da querida M. (a querida madrinha da Fuska e da Pulga <3) nos ter dado uns lindíssimos tomates-cereja, fiz umas tostas bem simples e rápidas e que com este tempo souberam mesmo bem 😉

As tostas de frango resultaram também da necessidade da aproveitar o resto de frango que o meu prendado R. tinha feito ontem à noite (he’s the master of roasted chicken :P) e a verdade é que me vi qual Cristo a gerar comida do nada :D, (com apenas meia coxa de frango consegui fazer as quatro tostas todas elas muito bem guarnecidas).

As tostas de atum são sempre um sucesso, com a clássica pasta criada a partir da maionese e que eu nunca (nunca mesmo) faço da mesma maneira (um dia hei-de tentar fazer igual só para variar :P).

A verdade é que para um almoço rápido (que acompanhámos com a nossa amiga sopinha 🙂 ) estas tostas são uma excelente opção. Espero que gostem 😉

Ingredientes:

– 2 pães de água grandes fatiados (4 fatias cada) e torrados

Tostas de frango

– 1/2 dente de alho

– Tomates cereja (usei 12 pequeninos)

– ½ chávena de queijo da Ilha

– Folhas de oregão fresco (4 raminhos pequenos)

– Oregãos secos (para polvilhar)

– Restos de frango assado (usei ½ coxa)

– Vinagrete

Tostas de atum

– ½ chávena de maionese

– 1 colher de sopa de mostarda

– 1 lata de atum (reservar um pouco para decorar)

– 1 colher de sobremesa de oregão secos

– ½ dente de alho finamente picado

– 4 pickles

– Salsa para decorar

Preparação

Tosta de frango

– Após torrar o pão na torradeira reservar 4 fatias (para as tostas de atum) e nas restantes 4 esfregar ½ dente de alho, reservar;

– Desfiar o frango e reservar. Cortar os tomates em metades e juntar ao frango;

– À mistura anterior, juntar as folhas de oregãos e temperar com vinagrete;

– Dispôr a mistura sobre as fatias de pão, colocar o queijo por cima da mistura, polvilhar com os oregãos secos e levar ao forno a gratinar durante cerca de 5-8 minutos ou até estar douradinho.

Tosta de atum

– Num copo (pode ser o da varinha mágica) colocar: o alho, os pickles, a maionese, os oregãos e a mostarda e triturar tudo muito bem com a varinha mágica;

– À mistura anterior juntar o atum (reservar um pouco para decorar) e misturar muito bem com um garfo;

– Decorar com a salsa e pequenas lascas de atum.

Muka dourada*

Pannacotta com molho de framboesa

41

Agosto sempre foi para mim um mês muito especial, quase tão especial quanto Dezembro =) Agosto é o mês do meu aniversário, o mês das férias, do Algarve, de rever familiares que moram noutras paragens e portanto é um mês que tem tudo para ser fantástico.

Este ano foi ainda mais especial pois recebi um presente há muito desejado – a minha querida Yämmi :). Devo confessar que durante anos me senti desconfiada destes robots de cozinha, que se dizia, faziam praticamente tudo. Eu pelo valor que era pedido exigia que, no mínimo, me colocassem a mesa, se autoservissem e ainda lavassem a louça. Enfim not very impressed com a suposta eficácia da coisa :). Entretanto o Continente lançou uma versão low-cost e amiga do pobre consumidor que me fez querer efectivamente saber mais acerca destas supostas maravilhas na cozinha. Ainda assim foi preciso trabalhar com a prima rica (Thermomix, vulgo Bimby 😉 ) para perceber que realmente ajudava bastante (ovos moles here I gooooo!!!!).

Li bastante sobre a variedade de robots existentes no mercado, as vantagens de uns e outros e a sua relação qualidade preço e no final ganhou a Yämmi =) Após vários meses de namoro e para culminar em grande o meu final de férias recebo das mãos do meu amado a bendita Yämmi 🙂

Como sou fofinha:P , a primeira receita que experimentei foi uma das sobremesas favoritas do R., Pannacotta com molho de framboesa. Devo confessar que foi a primeira vez que fiz pannacotta e o resultado foi bem saboroso, a consistência da pannacotta não foi a esperada (suave e delicada) mas deve-se concerteza aos ajustes que tive que fazer devido ao facto de só ter 400ml de natas e ter utilizado açúcar amarelo (para a próxima há-de ficar ainda melhor 😉 ). Espero que gostem tanto como o guloso do meu namorado 😉 *

(receita adaptada de: Livro de Receitas Yämmi – pág. 194-195)

Ingredientes:

Pannacotta

– 500ml de natas

– 4 folhas de gelatina

– 150g de açucar (usei açúcar amarelo)

– 1 vagem de baunilha

Molho de framboesa

– 300g de framboesas

– 100g de açúcar amarelo

– 50ml de água

Preparação:

– Colocar as folhas de gelatina em água fria de modo a demolharem por cerca de 5 minutos;

– No copo da Yämmi (com a lâmina de mistura) colocar as natas, o açucar e a vagem de baunilha (cortada longitudinalmente). Programar 10 minutos na velocidade 1 a 100ºC;

– Escorrer as folhas de gelatina e derretê-las no microondas por cerca de 30s (em potência máxima);

– Com a Yämmi em funcionamento, juntar a gelatina ao preparado (através da abertura do copo medidor);

– Finalizado o tempo, retirar a vagem de baunilha e colocar o preparado em pequenas taças ou formas e levar ao frigorífico para solidificar;

– Para preparar o molho de frutos vermelhos colocar no copo (com a lâmina de mistura) as framboesas, o açúcar e a água;

– Programar 10 minutos na velocidade 1 a 100ºC. Quando terminar retirar para uma taça e deixar arrefecer;

– Desenformar as pannacottas e colocar o molho de framboesas por cima.

Muka dourada*