Monthly Archives: Fevereiro 2015

Pimento dourado

52

O tempo “parecia” estar a ficar mais ameno e assim que o termómetro ultrapassa os loucos 15ºC já só penso em preparar o jardim e começar a fazer as refeições cá fora. A pensar nisso apeteceram-me sardinhas assadas com pimentos assados (com broa de milho a servir de prato 🙂 ).

Afinal, o tempo ameno foi literalmente sol de pouca dura e portanto acabei por fazer um pimento recheado com queijo e “casaco” de bacon crocante que não só se faz num instantinho como também se come com a mesma rapidez 🙂

A receita que fiz foi apenas para um pimento mas é facilmente convertível para vários 😉 e assim poderem compartilhar com os amigos esta delícia 😉

Ingredientes:

– 1 pimento vermelho pequeno

– 4 fatias finas de bacon

– 100g de queijo tipo Philadelphia

– 50g de queijo mozzarella ralado

– 1 colher de chá de ervas finas

– sal e pimenta q.b.

Preparação:

– Num bico do fogão assar o pimento (cerca de 2-3 minutos);

– Lavar o pimento e retirar a pele queimada;

– Abrir o pimento longitudinalmente e retirar as sementes e os pedúnculos das mesmas;

– Com as fatias de bacon embrulhar o pimento, colocando as pontas para dentro do mesmo, reservar;

– Numa taça juntar os queijos e as ervas finas e misturar bem. Temperar com sal e pimenta e rechear o pimento;

– Levar ao forno a 190ºC por cerca de 15 a 20 minutos ou até o pimento estar bem douradinho.

Muka dourada*

Ruskitas de arandos e pistáchios

51

“Fevereiro quente traz o diabo no ventre” “Fevereiro chuvoso faz o ano formoso” uiii, o que eu gosto de adágios e atentem que não é só dos iogurtes, é dos populares também =)

Sei muitos! E, qual anciã (deve ser do avançar da idade), gosto muito de os ir debitando mediante a ocasião e altura do dia ou do ano :D. Gosto ainda mais de os ouvir na boca do R. que regra geral os mistura ou adultera e sai algo como “Quem não tem cão caça com gambuzino” ou então “Cão que ladra dá miminhos” 😀

E como estes dias frios mais ensolarados pedem tardes passadas a depenicar umas bolachinhas e a beber um cházito, deixo-vos esta receita de bolachas que, aviso já podem criar habituação :D. O equilíbrio entre o doce da massa da bolacha e o salgado do pistáchio é perfeito e nunca se consegue comer uma só 😉 espero que gostem 🙂

(adaptado de Siba Mtongana – ‘Siba’s table’ Foodnetwork)

Ingredientes:

– 450g de farinha de trigo

– 100g de farinha de milho

– 330g de manteiga em pequenos pedaços (à temperatura ambiente)

– 250g de açúcar amarelo

– 60g de arandos secos cortados em pedaços

– 60g de pistáchios (sem casca) cortados em pedaços

– 2 ovos

Preparação:

– Ligar o forno a 180ºC;

– Colocar numa taça o açúcar e a manteiga e mexer muito bem;

– Juntar os ovos um a um, mexendo bem para que fiquem bem incorporados na mistura da manteiga;

– Adicionar as farinhas (previamente juntas e peneiradas) e misturar muito bem;

– Juntar os arandos e os pistáchios e envolver bem;

– Dividir a massa em 3 e formar com as porções pequenos rolos com cerca de 5cm de diâmetro. Pelicular os rolos e reservar no frigorífico por cerca de 20 minutos;

– Retirar a película do rolo e cortar em fatias com cerca de 0,5cm de espessura;

– Levar ao forno num tabuleiro forrado com papel vegetal por cerca de 10 a 15 minutos ou até começarem a ficar douradinhas nos bordos;

– Retirar do forno e deixar arrefecer numa rede.

Muka dourada*