Tag Archives: banana

Bolachinhas de banana e passas de uva

72

“Gosto mais de ti que de bolachinhas” é a minha declaração de amor favorita 🙂 .

Obviamente depende das bolachas mas isso seria uma outra discussão 🙂 Mas esquecendo as declarações de amor pirosas, esta Primavera está a soar a Inverno e à parte desta constipação safada que não me deixa disfrutar este frio gostoso e chuvinha boa, só me apetecem fazer/comer bolachas gostosas a acompanhar com litros de chá bem quentinho.

A verdade é que independentemente do tempo que se faz sentir, gosto de fazer bolachas todo o ano e lá está, dependendo da temperatura, ou vão com um chá bem quentinho ou com um refresco ou mesmo com uma Katiette 😉 (sumol de laranja com groselha).

Estas bolachas são de-li-ci-o-sas!!! Obviamente convém que se goste de bananas e de passas de uva 😉 se for esse o caso, vão adorar, acreditem 😉 .

(adaptado de 750 g)

Ingredientes: (para cerca de 25 bolachinhas médias)

– 200 g de farinha de trigo sem fermento

– 100 g de flocos de aveia finos

– 1 colher de chá de fermento tipo Royal

– 1 ovo

– 150 g de manteiga à temperatura ambiente

– 75 g de açúcar branco

– 75 g de açúcar amarelo

– 1 colher de sobremesa de extracto de baunilha

– 1 banana grande esmagada

– 150 g de passas de uva

Preparação:

– Ligar o forno a 165ºC;

– Numa taça misturar a manteiga com os açúcares e o extracto de baunilha até obter uma mistura cremosa e homogénea;

– Juntar o ovo e a banana e misturar muito bem;

– Juntar a farinha, o fermento e os flocos de aveia e misturar muito bem novamente;

– Por fim envolver bem as passas de uva;

– Com a ajuda de uma colher fazer pequenas bolinhas com a massa e colocar num tabuleiro forrado com papel vegetal;

– Levar ao forno por cerca de 15 minutos ou até estarem douradinhas;

– Retirar do forno e deixar arrefecer no tabuleiro cerca de 5 minutos antes de transferir para a rede para arrefecerem completamente.

– Podem sempre saltar o passo anterior e comer as bolachas à medida que vão saindo do forno 😛

Muka dourada*

Tarte tatin de banana

60.jpgO consumo de fruta e vegetais é fundamental para uma alimentação equilibrada. Ora se essa fruta estiver caramelizada e envolta em massa folhada bem douradinha sou rapariga para também gostar 😉

Durante o Inverno a fruta principal cá por casa acaba por ser a banana por ser uma fruta mais “quente” e reconfortante, havendo sempre algumas na fruteira. Estávamos a fazer zapping quando vemos o meu “amigo” Gordon Ramsay no seu programa a fazer esta tarte com a sua filha. Confesso que não sou a maior fã da persona Gordon Ramsay mas gosto da simplicidade das receitas que ele muitas vezes apresenta e como na realidade são fáceis de fazer e com bons resultados finais 🙂

Esta receita é uma pequena bomba de hidratos de carbono e gordura mas acreditem que vale mesmo a pena e depois pensem bem, é fruta!!!

(adaptado de Gordon Ramsay)

Ingredientes:

(chávena medida de 240 ml)

– 1 pacote de massa folhada redonda

– 8 bananas médias descascadas e cortadas em pedaços de ≈ 3cm

– 1 chávena de açúcar amarelo

– 1 vagem de baunilha

– 150 g de manteiga

– Pimenta da Jamaica q.b.

Preparação:

– Ligar o forno a 200ºC;

– Colocar a manteiga no fundo de uma frigideira que possa ir ao forno (ou forma sem buraco) de 24 cm Ø, pressionando uniformemente por todo o fundo;

– Por cima da manteiga colocar uniformemente o açúcar, as sementes raspadas da vagem e a vagem em cruz;

– Moer um pouco de Pimenta da Jamaica colocando-a por cima do açúcar e das sementes de baunilha;

– Dispôr os pedaços de banana por cima do açúcar até o fundo ficar completamente preenchido;

– Colocar a massa folhada por cima das bananas, ajustando bem nos lados (aconchegar a massa para dentro) e fazer um furo no meio da massa;

– Levar a lume médio a forte para caramelizar e com a ajuda de uma colher ir colocando o caramelo que se forma por cima da massa (vai fazer com que ela fique mais crocante);

– Quando o caramelo estiver bem douradinho e começar a cheirar a banana, levar ao forno por cerca de 20 a 25 minutos ou até a massa estar bem folhada e dourada;

– Retirar do forno e deixar arrefecer um pouco, com a ajuda de uma faca libertar a massa das paredes da frigideira, desenformar e servir.

Muka dourada*