Tag Archives: framboesa

Clafoutis de framboesa

64

Culpada me confesso: gosto muito da França! Resumidamente, para além da óbvia paixão pela gastronomia francesa, gosto de falar francês (no meu modo fabulástico “comme ci, comme ça”), do cinema francês, de ouvir falar francês (e todas as suas mil variações consoante a região), e do Tour de France 🙂

A propósito desta minha paixão e do facto das framboeseiras dos meus pais estarem no pico da sua produção, aproveitei para fazer esta sobremesa que é assim um meio caminho entre tarte e pudim 😉

Esta é uma sobremesa originária da região de Limousin e tradicionalmente é confeccionada com cerejas com caroço, sendo servida ainda quente e com um pouco de natas ou gelado.

Claro que podem usar a fruta que vos apetecer e o melhor de tudo é que não só é super rápida de faze como podem servir na forma onde foi feita 😉

(adaptado de Marmiton)

Ingredientes:

– 400 g de framboesas frescas

– 60 g de maisena

– 125 g de açúcar amarelo

– 1 colher de sopa de açúcar baunilhado

– 1 pitada de flor de sal

– 2 ovos

– 2 gemas

– 250 ml de leite

– 200 g de natas frescas (crème fraî che)

– manteiga e açúcar branco q.b. (para barrar a forma)

Preparação:

– Ligar o forno a 180 ºC;

– Barrar uma tarteira de cerâmica com a manteiga e o açúcar branco;

– Colocar as framboesas na tarteira, reservar;

– Misturar a maisena com o açúcar amarelo, o açúcar baunilhado e a flor de sal;

– Juntar os ovos e as gemas e mexer bem;

– Juntar o leite e as natas e misturar muito bem;

– Deitar a mistura sobre as framboesas;

– Baixar a temperatura do forno para 150 ºC, colocar a tarteira e deixar cozinhar durante 30-40 minutos;

– Retirar do forno, deixar arrefecer muito bem e servir.

Muka dourada*

Pannacotta com molho de framboesa

41

Agosto sempre foi para mim um mês muito especial, quase tão especial quanto Dezembro =) Agosto é o mês do meu aniversário, o mês das férias, do Algarve, de rever familiares que moram noutras paragens e portanto é um mês que tem tudo para ser fantástico.

Este ano foi ainda mais especial pois recebi um presente há muito desejado – a minha querida Yämmi :). Devo confessar que durante anos me senti desconfiada destes robots de cozinha, que se dizia, faziam praticamente tudo. Eu pelo valor que era pedido exigia que, no mínimo, me colocassem a mesa, se autoservissem e ainda lavassem a louça. Enfim not very impressed com a suposta eficácia da coisa :). Entretanto o Continente lançou uma versão low-cost e amiga do pobre consumidor que me fez querer efectivamente saber mais acerca destas supostas maravilhas na cozinha. Ainda assim foi preciso trabalhar com a prima rica (Thermomix, vulgo Bimby 😉 ) para perceber que realmente ajudava bastante (ovos moles here I gooooo!!!!).

Li bastante sobre a variedade de robots existentes no mercado, as vantagens de uns e outros e a sua relação qualidade preço e no final ganhou a Yämmi =) Após vários meses de namoro e para culminar em grande o meu final de férias recebo das mãos do meu amado a bendita Yämmi 🙂

Como sou fofinha:P , a primeira receita que experimentei foi uma das sobremesas favoritas do R., Pannacotta com molho de framboesa. Devo confessar que foi a primeira vez que fiz pannacotta e o resultado foi bem saboroso, a consistência da pannacotta não foi a esperada (suave e delicada) mas deve-se concerteza aos ajustes que tive que fazer devido ao facto de só ter 400ml de natas e ter utilizado açúcar amarelo (para a próxima há-de ficar ainda melhor 😉 ). Espero que gostem tanto como o guloso do meu namorado 😉 *

(receita adaptada de: Livro de Receitas Yämmi – pág. 194-195)

Ingredientes:

Pannacotta

– 500ml de natas

– 4 folhas de gelatina

– 150g de açucar (usei açúcar amarelo)

– 1 vagem de baunilha

Molho de framboesa

– 300g de framboesas

– 100g de açúcar amarelo

– 50ml de água

Preparação:

– Colocar as folhas de gelatina em água fria de modo a demolharem por cerca de 5 minutos;

– No copo da Yämmi (com a lâmina de mistura) colocar as natas, o açucar e a vagem de baunilha (cortada longitudinalmente). Programar 10 minutos na velocidade 1 a 100ºC;

– Escorrer as folhas de gelatina e derretê-las no microondas por cerca de 30s (em potência máxima);

– Com a Yämmi em funcionamento, juntar a gelatina ao preparado (através da abertura do copo medidor);

– Finalizado o tempo, retirar a vagem de baunilha e colocar o preparado em pequenas taças ou formas e levar ao frigorífico para solidificar;

– Para preparar o molho de frutos vermelhos colocar no copo (com a lâmina de mistura) as framboesas, o açúcar e a água;

– Programar 10 minutos na velocidade 1 a 100ºC. Quando terminar retirar para uma taça e deixar arrefecer;

– Desenformar as pannacottas e colocar o molho de framboesas por cima.

Muka dourada*

Bolo de queijo carabisker

37

Finalmente chegou o bom tempo e já podemos fazer as nossas refeições no jardim! A nossa casa é fabulosa no tempo mais quente e portanto está a chegar a época de desfrutar dela =)

Aproveitando miminhos da minha sogra (que trouxe cerejas deliciosas) e as framboesas que crescem abundantemente no jardim, decidi fazer um bolo de queijo cuja receita tinha religiosamente recortado de um pacote de açucar 🙂 sim, porque eu sou das que guarda todos os milhões de receitas das revistas/pacotes de açucar/pacotes de arroz/tudo o que é pacotes 😀 e o resultado foi muiiiito bom, um bolo de consistência de queijada mas leve e ainda mais delicioso quando acompanhado pelo creme de queijo ;).

(receita adaptada de um pacote de açucar da RAR 🙂 )

Ingredientes:

Bolo

– 5 ovos

– 240g de açúcar amarelo

– 1dl de leite

– 80g de manteiga derretida

– 350g de queijo (tipo philadelphia)

– 250g de farinha

– 1 c. de sobremesa de fermento em pó

– Cerejas e framboesas para decorar

Creme de queijo

– 50g de queijo (tipo philadelphia)

– 200ml de natas para bater

– 3 colheres de sopa de açucar em pó

– raspa da casca de 1 limão

Preparação:

Creme de queijo

– Bater as natas com o queijo durante cerca de 3 minutos;

– Juntar aos poucos o açucar e continuar a bater até ficar um creme consistente;

– Juntar a raspa da casca de limão e envolver bem,

– Reservar no frigorífico.

Bolo

– Ligar o forno a 180ºC;

– Separar as claras das gemas e bater as primeiras em castelo com o açucar até se obter um merengue brilhante e consistente (se necessário juntar algumas gotas de sumo de limão);

– Peneirar a farinha com o fermento e reservar;

– Adicionar as gemas ao merengue e mexer bem;

– Juntar ao preparado o leite, a manteiga e o queijo (previamente esmagado com um garfo) e mexer bem;

– Juntar a farinha à mistura, envolvendo bem;

– Colocar a massa numa forma previamente untada com manteiga e farinha e levar ao forno por aproximadamente 40 minutos ou até o palito sair limpo;

– Desenformar apenas quando estiver frio;

– Acompanhar com o creme e as frutas.

Muka dourada*

Bolo de bolacha Mega-bichento

Imagem

Todos temos alguma iguaria que disfrutámos algures com alguém e que nos ficou gravada na memória como A melhor de sempre. E o problema desta circunstância é o facto de querermos repetir essa mesma iguaria noutras condições… pois que nunca é a mesma coisa e falta sempre “qualquer coisa” 🙂 Esta é uma situação recorrente com o meu amado R. que gosta de tanta coisa que eu tento repetidamente replicar e nunca na perfeição 🙂 O caso do bolo de bolacha é o melhor exemplo, já fiz muitas variações para tentar chegar à combinação mítica e perfeita que o R. comeu um dia e até agora ainda não cheguei lá 😀 quiçá um dia 😉 Deixo-vos a minha última variação (até agora a minha favorita) de bolo de bolacha que é muito leve e refrescante e adequada para estes dias mais quentinhos 😉

Ingredientes:

– 1 pacote de bolacha torrada

– 400 ml de café espresso (fiz em cafeteira italiana)

– 1 mousse instantânea de café (Branca de Neve) (+200-250ml de leite para a sua preparação)

– 200 ml de natas Parmalat para bater

– raspa da casca de 1 limão verde

– 3 colheres de sopa de açucar em pó

– 100g de framboesas congeladas

– 3 colheres de sopa de açucar amarelo

– 1 estrela de anis

– 3 colheres de sopa de água

– 1 morango e hortelã para decorar

Preparação:

– Colocar as framboesas, o açucar amarelo a estrela de anis e a água num pequeno tacho e levar a lume muito brando durante ~20 minutos ou até ter uma compota ligeira, reservar;

– Preparar a mousse conforme as instruções e reservar no frigorífico;

– Bater as natas em chantilly, juntando o açucar em pó aos poucos (através de uma pequena peneira para evitar grumos) e quando estiver quase pronto juntar a raspa de limão, reservar no frigorífico;

– Mergulhar as bolachas no café (de preferência ainda morno) e formar uma pequena flor no prato (7 bolachas);

– Ir alternando em camadas de mousse, bolacha e chantilly até terminarem as bolachas;

– Decorar a gosto e servir acompanhado com a compota de framboesa.

Muka dourada*