Monthly Archives: Maio 2015

Ervilhas coiso e tal

54

 Quando andava na faculdade tinha uma colega de casa que me chamava Petit Pois por eu andar vestida, invariavelmente,  de bege e verde. Tendências fashionistas à parte a verdade é que sempre adorei ervilhas 🙂

Gosto tanto de ir ao quintal da mãe apanhar as ervilhas de quebrar. E a ervilha é um legume tão versátil e saboroso que podemos usá-la em vagem, em grão, para fazer saladas, sopas ou como acompanhamento.

Definitivamente assumo-me como Petit Pois lover 😀

A receita destas ervilhas não tem que enganar e pode servir tanto como acompanhamento como um prato principal mais ligeiro (para os dias quentinhos que se aproximam 😉 ).

Ingredientes:

– 200g de ervilhas de quebrar

– 70g de bacon cortado em pequenos pedaços

– ½ cebola em meias luas

– 1 dente de alho picado

– sal e pimenta q.b

– azeite q.b

– 1 ovo

Preparação:

– Numa panela colocar água e um pouco de sal e assim que começar a ferver colocar as ervilhas e deixá-las cozinhar por cerca de 5 minutos;

– Escorrer as ervilhas e passá-las por água fria para as arrefecer, reservar;

– Numa frigideira colocar um pouco de azeite e saltear o bacon. Assim que este começar a ficar tostadinho, retirar e reservar;

– Na frigideira onde se salteou o bacon colocar a cebola e amolecê-la em lume brando. Juntar o alho e deixar dourar mais um minuto;

– Ao refogado da cebola juntar as ervilhas e elevar um pouco o lume, mexendo sempre;

– Juntar o bacon e rectificar os temperos;

– Estrelar um ovo ou se preferir, escalfe-o;

– Colocar o preparado das ervilhas no prato e o ovo por cima.

Muka dourada*

Anúncios

Cheesecake Gambate

53

A propósito do World Baking Day a J. deixou-me a dica para experimentar este cheesecake. Olhando rapidamente para os ingredientes a receita não me pareceu particularmente complicada mas depois de ler a preparação fiquei mais reticente… não tanto pela dificuldade mas pelo tempo e paciência que este cheesecake requer (ou não fosse uma receita japonesa….).

E lá está, foi meio-dia para este menino 🙂
O resultado foi bom, ficou muito saboroso e super fofinho. Como é comum nas sobremesas japonesas o cheesecake não ficou muito doce mas é extremamente delicado ** É indicado para nipo-fãs e esquisitos-com-o-açúcar 😛

(adaptado de Rasa Malaysia)

Ingredientes:

– 6 ovos

– ¼ de uma colher de sopa de cremor tártaro (bitartarato de potássio)

– 140g de açúcar em pó (peneirado)

– 50g de manteiga

– 250g de queijo creme

– 100ml de leite

– 1 colher de sopa de sumo de limão

– 60g de farinha Branca de Neve Flôr

– 20g de Maizena

– ¼ de uma colher de sopa de flôr-de-sal

Preparação:

– Forre uma forma de 22cm de diâmetro com papel vegetal (fundo e paredes);

– Ligar o forno a 160°C;

– Separar as claras das gemas e reservar;

– Em banho-maria, derreter o queijo, o leite e a manteiga. Assim que estiver derretido misturar bem e arrefecer (no frigorífico ou colocando o recipiente numa taça com gelo);

– Misturar as farinhas (misturadas e previamente peneiradas – eu peneirei 3 vezes), o sal, as gemas e o sumo de limão e mexer muito bem até a mistura ficar bem uniforme, reservar;

– Para preparar o merengue comece por juntar o cremor tártaro às claras. Com a batedeira (ou à mão ou melhor ainda num robot que fará tudo sem ter que se cansar 😉 ) bata esta mistura até começar a ficar espumosa. Por essa altura comece a juntar o açúcar em pequenas porções (cerca de 2 colheres de sopa de cada vez), de modo a que este se incorpore completamente na mistura das claras. No final obtém-se um merengue consistente e brilhante. Reserve;

– À mistura do queijo junte 1/3 do merengue e envolva bem mas gentilmente (em movimentos circulares e de baixo para cima). Assim que estiver bem envolvido junte mais  1/3 do merengue e envolva gentilmente, reserve;

– Junte a mistura das farinhas ao restante 1/3 de merengue e envolva bem (a mistura das farinhas pode apresentar alguma resistência e por isso poderá ter que misturar com um pouco mais de vigor);

– Junte a mistura das farinhas à mistura do queijo, envolva bem, coloque na forma e leve ao forno em banho-maria (aproveite a água quente do banho maria para derreter a mistura do queijo) por cerca de 1 hora e 10 minutos (se necessário coloque uma folha de alumínio por cima da forma para não dourar demasiado);

– Quando estiver cozinhado desligue o forno, abra a porta do mesmo e deixe o cheesecake a repousar durante cerca de uma hora. Findo esse tempo retire-o do forno e do banho-maria e deixe-o arrefecer completamente antes  de desenformar (cerca de 4 horas).

– Sirva simples ou acompanhado de uma compota leve de cereja e framboesas.

Muka dourada*